Pode o Brócolis ser um tratamento para o diabetes do tipo 2?

Normalmente, a insulina controla a glicemia promovendo a entrada de glicose nas células e inibindo a produção de glicose pelo fígado.

Como consequência, no DM2, ocorre o aumento da produção de glicose pelo fígado que pode chegar a sessenta vezes o normal. Mais do que a dieta, essa produção exagerada é a principal
causa do açúcar elevado no sangue que ocorre no diabetes.

Além disso, a ação deficiente da insulina resulta num excesso de atividade de cerca de cinquenta genes, responsáveis pela fabricação das enzimas que promovem a produção de glicose a partir das gorduras ou proteínas, em um processo denominado neoglicogênese.

Pesquisadores da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, tiveram a ideia de procurar substancias que fossem capazes de inibir estes genes. Após testar 3852 drogas diferentes,
descobriram que o sulforafano tinha esta propriedade.

Inicialmente, os pesquisadores testaram o efeito do sulforafano em células de fígado e constataram uma diminuição da produção de glicose de 41%. A seguir, administraram a droga a
camundongos e ratos, nos quais o diabetes havia sido induzido por uma dieta rica em frutose e gorduras, e constataram que o sulforafano diminuía os níveis de glicose, nos animais, com a
mesma eficiência que a metformina. Vale lembrar que a metformina é o medicamento mais amplamente utilizado para tratar o DM2.

Animados por estes resultados e sabedores que o sulforafano está presente de modo abundante nos vegetais da família das crucíferas, como o brócolis, resolveram preparar cápsulas com
extrato de brócolis e testá-las em um estudo clínico.

Neste ensaio foram incluídos 97 pacientes diabéticos. Neste grupo havia 17 pacientes que além do diabetes tinham obesidade. Estes pacientes estavam em tratamento com a metformina.

Após 12 semanas de tratamento diário com o extrato de brócolis, os pacientes melhoraram o controle do diabetes sem nenhum efeito colateral importante.

Agora, os investigadores planejam outro estudo clínico, administrando o extrato de brócolis a pacientes com pré-diabetes que estão evoluindo para o diabetes, mas ainda estão sem medicação, para estudar o efeito do extrato de brócolis quando utilizado isoladamente. Também planejam disponibilizar as cápsulas de extrato de brócolis para sua utilização como alimento funcional.

Estudos como esse, aproximam a nutrição funcional da pratica clínica e revelam como uma alimentação saudável pode ser importante no tratamento de doenças metabólicas com o diabetes.


Referências

Nature Reviews Endocrinology 13, 437 (2017)
doi:10.1038/nrendo.2017.86
Published online 30 June 2017

FIQUE POR DENTRO DE TUDO

Acompanhe pelas redes sociais também tudo o que acontece aqui!