Pesquisa de Diabetes Tipo 2

DIABETES TIPO 2
DIABETES TIPO 2

Diabetes é quando temos os níveis de glicose no sangue elevados devido a uma secreção de insulina insuficiente. Há vários tipos de diabetes, mas o mais frequente é o tipo 2. Ele acomete 90% dos casos da doença e é associado a uma predisposição genética que se expressa pela capacidade limitada de produzir a insulina, hormônio fabricado pelo pâncreas e responsável pelo controle dos níveis sanguíneos de açúcar (glicose).

Apesar da predisposição, essas pessoas podem, sim, passar a vida inteira sem desenvolver a doença, se tiverem um estilo de vida que mantenha o organismo sensível aos efeitos da insulina, permitindo que o açúcar permaneça normal apesar de sua capacidade relativamente baixa de secretar o hormônio ou, em alguns, casos, por meio de medicações.

Ou seja, o diabetes tipo 2, pode, sim, ser prevenido por meio do estilo de vida. A Sociedade Brasileira de Diabetes estima que aproximadamente 12 milhões de pessoas tenham diabetes tipo 2 no país. Em 2035, esse número deverá aumentar para 19,2 milhões.

Um agravante é que os sintomas clássicos da doença (sede excessiva, aumento do volume urinário, entre outros) aparecem apenas quando os níveis de açúcar estão muito altos (acima de 250 mg), os quais podem levar vários anos para ser atingidos.

Assim, o diabetes tipo 2 é basicamente uma doença de evolução silenciosa, o que explica o fato de apenas 50% dos pacientes existentes estarem diagnosticados. Além disso, dos diagnosticados, apenas 60% estão sendo tratados e, dos que estão em tratamento, apenas 30% estão com a doença bem controlada.

Confira os critérios de inclusão:

  • Homens ou mulheres de pelo menos 18 anos de idade;
  • Diagnóstico de Diabetes Tipo 2;
  • Em uso das seguintes medicações: Dulaglutida ou Semaglutida ou Liraglutida.

 

EMAIL: A primeira etapa de nossa comunicação será realizada via email, por favor, fique atento a sua caixa de spam e a caixa de entrada.

Seu perfil será avaliado e sua inscrição não garante a participação. Porém fazendo parte do nosso banco de dados você poderá receber informações sobre possíveis participações em estudos futuros.

Inscreva-se!

Seja voluntário e tenha a chance de colaborar para o avanço da medicina com novas opções de tratamentos e medicamentos para a doença!