Estudos


O Diabetes Tipo 1 ocorre em pessoas cujo sistema imunológico ataca equivocadamente as células. Logo, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo. Como resultado, a glicose fica no sangue ao invés de utilizada como energia. Esse processo caracteriza a enfermidade e atinge cerca de 5% a 10% de toda a população portadora de diabetes.

O Diabetes Tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente e compõe cerca de 90% de todos os portadores da enfermidade. Em alguns casos, a enfermidade pode ser controlada com atividade física e planejamento alimentar, enquanto em outros pode exigir o uso de insulina e/ou outros medicamentos.

Além do Diabetes Tipo 2, o colesterol é uma das grandes preocupações das autoridades de saúde brasileiras. 40% da população do país apresenta níveis elevados de colesterol e esse é um risco que se torna mais comum em pessoas portadoras de diabetes, portanto é preciso redobrar a atenção em relação ao tema. Estamos conduzindo uma pesquisa para pacientes com DM2 e colesterol alto.

O diabetes é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de doenças cardiovasculares, portanto é imprescindível que os portadores de Diabetes Tipo 2 estejam atentos à saúde e os hábitos alimentares e de atividades físicas para evitar que ocorrências dessa natureza se concretizem. Estamos com uma pesquisa aberta para pacientes com DM2 e histórico de eventos cardíacos.

A Síndrome de Sjögren é uma doença autoimune de causa desconhecida que se caracteriza principalmente pela manifestação de secura nos olhos e na boca associadas à presença de anticorpos dirigidos para células e tecidos do próprio corpo. Caso você queira conhecer sobre a nossa pesquisa sobre o tema, clique no botão abaixo e inscreva-se.

A Espondilite Anquilosante se caracteriza como uma doença inflamatória crônica que afeta articulações do esqueleto axial, da coluna e do tórax que não  possui cura. Além disso, possui causa desconhecida e, caso não seja tratada, pode gerar uma série de complicações para a saúde da pessoa. Confira a nossa pesquisa para pacientes com Espondilite Anquilosante.

A menopausa é uma etapa comum e natural da vida da mulher e costuma ocorrer quando a mesma atinge entre os 45 e 55 anos de idade. Marcada por sintomas típicos, mas com variação da intensidade dos mesmos e dos prejuízos causados à vida pessoal das mulheres, a menopausa pode afetar em menor ou maior grau a qualidade de vida. Confira o nosso estudo sobre o tema.

O novo coronavírus já atingiu mais de uma centena de milhão de pessoas em todo o mundo e fez com que autoridades e cientistas do mundo inteiro focassem suas atenções para a produção de uma vacina que possa imunizar a população mundial com segurança e efetividade.
Estamos conduzindo uma pesquisa com voluntários para uma nova vacina contra a Covid-19.

Scroll Up