Notícias

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O que a Covid-19 ensinou para nós em relação à pesquisa clínica?

Desde 1930, a pesquisa clínica vem evoluindo com a contribuição em diversas áreas da saúde. Vacinas, novas tecnologias de diagnóstico, conhecimento científico e tratamentos inovadores são aprimorados a cada dia, promovendo saúde e bem-estar à população.

Mas a importância de uma pesquisa clínica eficiente nunca esteve em tamanho destaque, como durantes os últimos quase dois anos. A pandemia do novo coronavírus causou um impacto positivo na valorização da ciência! Muitas pessoas que não a conheciam, procuraram entender melhor o seu funcionamento. Várias pessoas que nunca cogitaram participar de estudos clínicos, se voluntariaram para participar das pesquisas das vacinas contra a Covid-19.

As pessoas entenderam que o objetivo da pesquisa clínica não é apenas entender melhor sobre uma doença, mas também salvar vidas com urgência, proteger famílias e promover um tratamento adequado para conter as grandes taxas de contágio e mortalidade. Com o desenvolvimento das vacinas contra a Covid-19 e a comprovação da sua eficácia, isto tornou-se mais claro ainda!

É fundamental que essa conscientização se mantenha, afinal, a busca por novos medicamentos para diversas outras doenças continua! A participação de voluntários em outros estudos clínicos de medicamentos, por exemplo, ainda encontra certas dificuldades de adesão. E o desconhecimento da população quanto ao protocolo desses testes pode atrapalhar ainda mais esse processo.

Por isso, o estado deve incentivar os brasileiros a conhecerem e a participarem dessas pesquisas, sejam elas com medicamentos sejam com vacinas, para que o conhecimento clínico se torne cada vez mais avançado!

O governo deve informar o momento certo quando existe determinado estudo, realizando campanhas para o incentivo à participação. É imprescindível que a conscientização não foque apenas no tratamento de doenças, mas também na forma de preveni-las, divulgando adequadamente os variados temas relacionados à saúde e ao bem-estar da população em geral.